Arquivo de abril, 2009

Conforme prometido em minha coluna desta quinta-feira (30), no site F1Mania, aqui está o vídeo do acidente no qual Willy T. Ribbs atropela um fiscal de pista, que tem morte instantânea. Era a primeira etapa de Vancouver da finada CART. O ano é 1990. As imagens são fortes. Confira:

Anúncios

Fotos: a carreira de Willy T. Ribbs

Publicado: 30/04/2009 em Fotos

Coluna no F1Mania

Publicado: 30/04/2009 em Geral

banner_04Quinta-feira, dia de coluna no F1Mania. O tema de hoje é a história do primeiro piloto negro na Fórmula 1. Não. Não se trata de Lewis Hamilton. Descubra quem foi o afro-americano a ter esta primazia na principal categoria do automobilismo mundial, clicando neste link.

Após o fim de semana do GP do Bahrein, confira algumas estatísticas produzidas:

a) Jarno Trulli obteve sua primeira volta mais rápida na carreira. É o piloto que mais tempo levou para conseguir tal feito na história da Fórmula 1: 203 GPs.

b) Foi apenas a segunda volta mais rápida da Toyota na categoria. A primeira aconteceu no GP da Bélgica de 2005, com Ralf Schumacher.

c) Pela primeira vez a Toyota ocupou a primeira fila de um grid. Foi também a primeira pole da Toyota desde o GP do Japão de 2005 (Ralf Schumacher) e a primeira de Trulli desde o GP dos EUA daquele mesmo ano.

d) Timo Glock alinhou na primeira fila pela primeira vez na carreira. Foi a melhor posição de grid da Toyota, superando o feito do GP da Malásia (2º com Trulli e 3º com Glock), seu melhor até então.

e) A BMW deixou de colocar seus carros entre os dez primeiros do grid pela segunda vez seguida. Desde os GPs da França e da Alemanha de 2006 isso não acontecia.

f) Pior posição de largada na carreira de Sebastien Bourdais (20º).

g) Pela primeira vez Sebastian Vettel alinhou entre os cinco primeiros em duas corridas consecutivas na carreira.

h) Lewis Hamilton não larga da primeira fila desde o GP da China de 2008.

i) Jenson Button alcançou o pódio em quatro corridas consecutivas. Isso jamais havia acontecido em sua carreira.

j) Pela primeira vez na história do time, a Red Bull alcançou pódios em corridas consecutivas.

k) Kimi Raikkonen marcou três pontos para a Ferrari e impediu o pior início da história do time italiano numa temporada da Fórmula 1.

l) A BMW completou duas corridas sem pontuar.

m) A Brawn GP marcou 50 pontos nas primeiras quatro corridas do ano. É apenas a quarta vez em 10 anos que um time alcança este feito. Os demais foram: McLaren, em 2003 (51); Ferrari, em 2004 (64) e Renault, em 2006 (51).

n) A Ferrari liderou um GP pela primeira vez no ano, quando Kimi Raikkonen completou as voltas 20 e 21 antes de seu primeiro pit-stop.

o) Jarno Trulli é o primeiro pole do ano que não consegue confirmar a vitória no domingo.

Punição branda

Publicado: 29/04/2009 em Fórmula 1
Reis do Caô: Lewis e McLaren sob observação da FIA

Reis do Caô: Lewis e McLaren sob observação

Lembrou-me um episódio do Chaves. Como o Quico tinha enganado a mãe, Dona Florinda, no caso da estrelinha de bom menino, foi castigado. Dizia ela que poderia permitir ao filho comer até 20 biscoitos. Mas por conta da mentira, não teria direito a mais que 18… nenhum a mais!

O mesmo vale para a decisão da FIA em castigar a McLaren com uma punição suspensa de três corridas. Se o time, nos próximos doze meses, cometer outro erro (não basta roubar projetos, sabotar o Alonso e enganar os comissários), aí sim, sofrerá uma sanção esportiva.

O mais atento dirá que a McLaren foi excluída do mundial de construtores de 2007, além de ser obrigada a pagar a multa mais alta da história do esporte. Ok. Argumento válido.

Mas, se lembrarmos da BAR em 2005, que pegou um gancho de duas corridas por ter se utilizado de um tanque de combustível ilegal, ou da Toyota e da Williams em 2004, que foram desclassificadas do GP do Canadá (onde conseguiram pontos) por conta de uma instalação irregular de dutos de refrigeração dos freios, concluímos que a punição aplicada a McLaren, desta vez, foi branda.

Existe também a questão política da coisa. Numa temporada em que os carros prateados (pelo menos o de Lewis Hamilton) começam a andar no pelotão da frente, não seria interessante excluir esta atração das corridas que darão início à temporada européia.

Uma força competitiva a menos no grid não é interessante para um campeonato que já apresenta as grandes montadoras andando atrás, com as independentes Brawn GP e Red Bull dominando a tabela de pontos.

Superado este episódio, vamos nos concentrar, enfim, somente nas corridas. E que os melhores vençam sem serem contestados no tapetão!

Fotos: o fim de semana no Kansas

Publicado: 28/04/2009 em Indy

GP do Kansas – Corrida

Publicado: 28/04/2009 em Indy
O pódio no Kansas

O pódio no Kansas

Scott Dixon venceu a etapa do Kansas da Fórmula Indy, neste domingo (26). O resultado pode ser o ponto de partida para a reação do neo-zelandês na atual temporada. O pódio foi completado pelos brasileiros Helio Castroneves e Tony Kanaan, nesta ordem.

Kanaan, inclusive, sai do Kansas como o líder do certame. Com 100 pontos, o baiano supera o australiano Ryan Briscoe, quarto ontem, em apenas um ponto. Dario Franchitti, líder até então, se envolveu num acidente com Graham Rahal e abandonou. O escocês tombou para terceiro na classificação geral.

Mario Moraes, da KV, foi outro brasileiro a completar as 300 milhas, em 11º. Já Raphael Matos e Vitor Meira, não concluiram o evento e foram classificados em 20º e 22º respectivamente.

A próxima etapa do campeonato é a famosa 500 Milhas de Indianápolis, no dia 24 de maio.

Confira o resultado no Kansas e a tabela de pontos:

Pos  Piloto             Time                  Tempo
1.  Scott Dixon        Ganassi              1h43m21.0035s
2.  Helio Castroneves  Penske                  +  0.7104s
3.  Tony Kanaan        Andretti Green          +  1.5022s
4.  Ryan Briscoe       Penske                  +  1.8872s
5.  Danica Patrick     Andretti Green          +  2.6502s
6.  Marco Andretti     Andretti Green          +  3.8013s
7.  Graham Rahal       Newman/Haas/Lanigan     +  7.8233s
8.  Hideki Mutoh       Andretti Green          +  8.5430s
9.  Ed Carpenter       Vision                  +  8.9871s
10.  Dan Wheldon        Panther                 +  9.7681s
11.  Mario Moraes       KV                      + 20.9048s
12.  Robert Doornbos    Newman/Haas/Lanigan     +    1 volta
13.  Sarah Fisher       Fisher                  +    1 volta
14.  Justin Wilson      Coyne                   +    1 volta
15.  Ryan Hunter-Reay   Vision                  +   4 voltas
16.  Milka Duno         Dreyer & Reinbold       +   5 voltas

Abandonos:

     Stanton Barrett    3G                  181 voltas
     Dario Franchitti   Ganassi             151 voltas
     Mike Conway        Dreyer & Reinbold   109 voltas
     Raphael Matos      Luczo Dragon        95 voltas
     EJ Viso            HVM                 37 voltas
     Vitor Meira        Foyt                14 voltas

Classificação/Pilotos:

Pos Piloto Equipe Pontos
1 Tony Kanaan Andretti Green 100
2 Ryan Briscoe Penske 99
3 Dario Franchitti Ganassi 96
4 Scott Dixon Ganassi 81
5 Ryan Hunter-Reay Vision 74
6 Danica Patrick Andretti Green 74
7 Marco Andretti Andretti Green 73
8 Graham Rahal Newman/Haas/Lanigan 72
9 Will Power Penske 69
10 Hélio Castroneves Penske 66
11 Dan Wheldon Panther 66
12 Justin Wilson Dale Coyne 65
13 Robert Doornbos Newman/Haas/Lanigan 59
14 Hideki Mutoh Andretti Green 51
15 Vitor Meira A.J. Foyt 50
16 Raphael Matos Luczo Dragon 48
17 Ed Carpenter Vision 46
18 Stanton Barrett Team 3G 44
19 Mario Moraes KV 43
20 Alex Tagliani Conquest 40
21 Darren Manning Dreyer & Reinbold 38
22 Ernesto Viso HVM 37
23 Mike Conway Dreyer & Reinbold 36
24 Sarah Fisher Sarah Fisher 17
25 Milka Duno Dreyer & Reinbold 14

Estreante do ano:

 

1º Robert Doornbos, 59 pontos;

2º Raphael Matos, 48;

3º Stanton Barrett, 44;

4º Mike Conway, 36.

O pódio da Light no Kansas

O pódio da Light no Kansas

O colombiano Sebastian Saavedra venceu neste domingo (26) as 100 milhas do Kansas, segunda etapa da temporada 2009 da Fórmula Indy Lights. O triunfo, no entanto, foi ofuscado pelo acidente entre Dillon Batistini e Pippa Mann, o que encerrou a disputa sob bandeira amarela, a oito voltas do fim.

A grande quantidade de fluidos deixados pelos carros fez com que a direção de prova antecipasse o fim do evento, já que uma grande quantidade de tempo seria demandada para que a pista fosse limpa e a ação retomada.

Além disso, a corrida teve seu início antecipado, por conta do mau tempo que ronda a região do Kansas.

O melhor brasileiro foi Mario Romancini, que subiu no pódio, em terceiro. Ana Beatriz veio na seqüência, em quarto. Por outro lado, Rodrigo Barbosa abandonou a 54 voltas do final e foi classificado em 21º.

Apesar da sétima colocação, o norte-americano Jonathan Summerton segue na liderança da temporada. 

Confira a classificação final da prova e a tabela de pontos do certame:

1) Sebastian Saavedra (COL), 67 voltas em 1h02min53s5296;
2) Wade Cunningham (NZL), a 0S2557;
3) Mário Romancini (BRA), a 0s8542;
4) Bia Figueiredo (BRA), a 1s1454;
5) Martin Plowman (EUA), a 2s0955;
6) Daniel Herrington (EUA), a 2s6652;
7) Jonathan Summerton (EUA), a 4s3893;
8) James Davison (AUS), a 5s1939;
9) Andrew Prendeville (EUA), a 7s4286;
10) Jay Howard (ING), a 10s0368;
11) Junior Strous (HOL), a 12s4706;
12) James Hinchcliffe (CAN), a 1 volta;
13) Charlie Kimball (EUA), a 2 voltas;
14) J.R. Hildebrand (EUA), a 3 voltas;
15) Dillon Battistini (ITA),a 10 voltas;
16) Pippa Mann (ING), a 10 voltas;
17) Gustavo Yacaman (COL), a 28 voltas;
18) Sean Guthrie (EUA), a 31 voltas;
19) Pablo Donoso (CHI), a 34 voltas;
20) Ali Jackson (IRL), a 54 voltas;
21) Rodrigo Barbosa (BRA), a 54 voltas;
22) Sergey Mokshantsev (RUS), a 54 voltas;
23) Jesse Mason (CAN), a 65 voltas;
24) Richard Philippe (FRA), a 65 voltas.

Classificação/Pilotos:

1) Jonathan Summerton (EUA), 130;
2) Junior Strous (HOL), 126;
3) Sebastian Saavedra (COL), 123;
4) J.R. Hildebrand (EUA), 116;
5) James Hinchcliffe (CAN), 116;
6) Daniel Herrington (EUA), 104;
7) Bia Figueiredo (BRA), 101;
8) Mario Romancini (BRA), 91;
9) Jay Howard (ING), 91;
10) James Davison (AUS), 87;
11) Wade Cunningham (NZL), 84;
12) Richard Philippe (FRA), 77;
13) Gustavo Yacaman (COL), 75;
14) Martin Plowman (EUA), 74;
15) Charlie Kimball (EUA), 74;
16) Ali Jackson (IRN), 67;
17) Andrew Prendeville (EUA), 64;
18) Pablo Danoso (CHI), 50;
19) Pippa Mann (ING), 48;
20) Sean Guthrie (EUA), 46;
21) Jesse Mason (CAN), 45;
22) Stefan Wilson (ING), 38;
23) Rodrigo Barbosa (BRA), 38;
24) Sergey Mokshantsev (RUS), 36;
25) Brandon Wagner (EUA), 22;
26) Dillon Battistini (ITA), 15;
27) Jonathan Bomarito (EUA), 12;
28) Logan Gomez (EUA), 11;
29) Duncan Tappy (ING), 8 pontos.

GP do Kansas – Warm-up

Publicado: 28/04/2009 em Indy
Dixon busca recuperação no Kansas

Dixon: recuperação no Kansas?

A última sessão de treinos no oval do Kansas teve duração de apenas 30 minutos, graças as ameaças de um tornado na região. Neste domingo (26), Scott Dixon foi o mais rápido, cravando 26.0221s, superando em meio décimo o brasileiro Tony Kanaan, segundo colocado.

Hélio Castroneves veio na seqüência, em terceiro, seguido de Dario Franchitti e Dan Wheldon, que completaram o Top 5. Pole de logo mais, Graham Rahal ficou em sétimo, uma posição atrás de Ryan Briscoe.

Entre os demais brasileiros, Mario Moraes apareceu em nono, Raphael Matos em 14º e Vitor Meira em 15º.

A corrida tem largada prevista para as 18h.

Confira os tempos:

1. Scott Dixon – Ganassi, 26.0221s
2. Tony Kanaan – Andretti Green, 26.0779s , a 0.0558s
3. Helio Castroneves – Penske, 26.0830s , a 0.0609s
4. Dario Franchitti – Ganassi, 26.1087s , a 0.0866s
5. Dan Wheldon – Panther, 26.1353s , a 0.1132s
6. Ryan Briscoe – Penske, 26.1559s , a 0.1338s
7. Graham Rahal – Newman/Haas/Lanigan, 26.1679s , a 0.1458s
8. Danica Patrick – Andretti Green, 26.1826s , a 0.1605s
9. Mario Moraes – KV, 26.1830s , a 0.1609s
10. Ed Carpenter – Vision, 26.2424s , a 0.2203s
11. Hideki Mutoh – Andretti Green, 26.2778s , a 0.2557s
12. Robert Doornbos – Newman/Haas/Lanigan, 26.3223s , a 0.3002s
13. Sarah Fisher – Fisher, 26.3576s , a 0.3355s
14. Raphael Matos – Luczo Dragon, 26.3881s , a 0.3660s
15. Vitor Meira – Foyt, 26.4124s , a 0.3903s
16. Mike Conway – Dreyer & Reinbold, 26.4641s , a 0.4420s
17. Justin Wilson – Coyne, 26.5193s , a 0.4972s
18. Stanton Barrett – 3G, 26.6673s , a 0.6452s
19. Milka Duno – Dreyer & Reinbold, 26.6799s , a 0.6578s
20. Ryan Hunter-Reay – Vision, 26.6801s , a 0.6580s
21. Marco Andretti – Andretti Green, 26.9820s , a 0.9599s
22. EJ Viso – HVM, 27.1082s , a 1.0861s

Classificação da NASCAR (9/36)

Publicado: 28/04/2009 em NASCAR

Após a vitória inesperada de Brad Keselowski, na etapa de Talladega deste fim de semana, a classificação da NASCAR Sprint Cup ficou assim:

1 Kurt Busch 1299
2 Jeff Gordon 1294
3 Jimmie Johnson 1235
4 Tony Stewart 1232
5 Denny Hamlin 1190
6 Kyle Busch 1124
7 Carl Edwards 1119
8 Clint Bowyer 1098
9 Jeff Burton 1092
10 Greg Biffle 1081
11 David Reutimann 1077
12 Matt Kenseth 1063
13 Ryan Newman 1033
14 Kasey Kahne 1030
15 Dale Earnhardt Jr. 1018
16 Juan Pablo Montoya 1018
17 Brian Vickers 995
18 Mark Martin 971
19 Marcos Ambrose 937
20 Kevin Harvick 918
21 Casey Mears 911
22 David Stremme 899
23 Martin Truex Jr. 887
24 Michael Waltrip 883
25 Reed Sorenson 881
26 David Ragan 855
27 A.J. Allmendinger 847
28 Elliott Sadler 845
29 Jamie McMurray 825
30 Bobby Labonte 823
31 Sam Hornish Jr. 775
32 Paul Menard 766
33 Joey Logano 753
34 John Andretti 676
35 Robby Gordon 653
36 Scott Speed 607
37 David Gilliland 569
38 Regan Smith 473
39 Aric Almirola 451
40 Joe Nemechek 371
41 Brad Keselowski 333
42 Scott Riggs 311
43 Travis Kvapil 292
44 Jeremy Mayfield 230
45 Bill Elliott 228
46 Dave Blaney 224
47 Massimiliano Papis 222
48 Todd Bodine 123
49 Terry Labonte 91
50 Sterling Marlin 86
51 Mike Bliss 71
52 Tony Raines 34
Momento decisivo em Talladega

Momento decisivo em Talladega

Com um final espetacular, a NASCAR Sprint Cup coroou Brad Keselowski com a vitória deste domingo (26), em Talladega. O piloto de 25 anos empurrou Carl Edwards nas voltas finais para a primeira colocação e tentou o bote nos últimos metros. O piloto do #99 resolveu fechar a porta, mas era tarde. Foi tocado por Brad e seu carro decolou, se chocando com Ryan Newman e sendo lançado na grade de proteção do circuito.

Depois do forte acidente, Carl pareceu enfurecido ao sair do carro e começou a trotar. Todos pensavam que ele iria tirar satisfações com Keselowski, mas simplesmente cruzou a linha de chegada a pé e vibrou ironicamente. Ao final, numa entrevista, se mostrou tranqüilo e não culpou o concorrente, mas sim a direção da NASCAR, por impedir ultrapassagens além da linha amarela.

Com isso, Dale Jr. chegou em segundo e Ryan Newman, mesmo com a frente destruída, concluiu em terceiro. Marcos Ambrose e Scott Speed completaram, nesta ordem, os cinco primeiros. Já Kurt Busch, o sexto, assumiu a liderança do certame, uma vez que Jeff Gordon e Jimmie Johnson se envolveram em dois “Big Ones” e abandonaram a disputa.

Apenas 23 pilotos completaram as 188 voltas da prova, sendo que o pole-position, Juan Pablo Montoya terminou em 20º após andar entre os primeiros no começo.

Confira a classificação final da etapa de Talladega:

1. Brad Keselowski – Chevrolet, 188 voltas
2. Dale Earnhardt Jr – Chevrolet, 188
3. Ryan Newman – Chevrolet, 188
4. Marcos Ambrose – Toyota, 188
5. Scott Speed – Toyota, 188
6. Kurt Busch – Dodge, 188
7. Greg Biffle – Ford, 188
8. Brian Vickers – Toyota, 188
9. Joey Logano – Toyota, 188
10. Jeff Burton – Chevrolet, 188
11. Reed Sorenson – Dodge, 188
12. David Ragan – Ford, 188
13. Paul Menard – Ford, 188
14. Joe Nemechek – Toyota, 188
15. Regan Smith – Chevrolet, 188
16. Casey Mears – Chevrolet, 188
17. Matt Kenseth – Ford, 188
18. Max Papis – Toyota, 188
19. Elliott Sadler – Dodge, 188
20. Juan Montoya – Chevrolet, 188
21. Michael Waltrip – Toyota, 188
22. Denny Hamlin – Toyota, 188
23. Tony Stewart – Chevrolet, 188
24. Carl Edwards – Ford, 187
25. Kyle Busch – Toyota, 187
26. David Reutimann – Toyota, 187
27. John Andretti – Chevrolet, 187
28. Bobby Labonte – Ford, 179
29. Robby Gordon – Toyota, 179
30. Jimmie Johnson – Chevrolet, 179
31. David Stremme – Dodge, 179
32. Jeremy Mayfield – Toyota, 179
33. Martin Truex Jr – Chevrolet, 179
34. Sam Hornish Jr – Dodge, 179
35. AJ Allmendinger – Dodge, 164
36. Kasey Kahne – Dodge, 133
37. Jeff Gordon – Chevrolet, 128
38. Kevin Harvick – Chevrolet, 127
39. Clint Bowyer – Chevrolet, 8
40. David Gilliland – Chevrolet, 6
41. Scott Riggs – Toyota, 6
42. Jamie McMurray – Ford, 6
43. Mark Martin – Chevrolet, 6

Piquet vence no Ceará

Publicado: 27/04/2009 em F-Truck
Dobradinha da Mercedes-Benz em Fortaleza

Dobradinha da Mercedes-Benz em Fortaleza

Geraldo Piquet venceu a etapa cearense da Fórmula Truck, disputada neste domingo (26), em Fortaleza. A dobradinha da Mercedes-Benz foi completada pelo tetracampeão da categoria Wellington Cirino. Na seqüência, Valmir Benavides e Felipe Giaffone classificaram os caminhões da Volkswagen em terceiro e quarto respectivamente. Completou o pódio, Fabiano Brito, da Volvo.

Entre os representantes da Iveco, o melhor foi Fred Marinelli, em sétimo, enquanto a Scania posicionou seu melhor caminhão em 10º, com Pedro Muffato. Já a Ford decepcionou e o 14º lugar de Djalma Fogaça foi o melhor resultado alcançado pela montadora.

No campeonato, Felipe Giaffone e Volkswagen lideram.

A próxima etapa da temporada acontece em Caruaru(PE), no dia 17 de maio.

Confira a classificação da prova e a tabela de pontos do certame:

 

1) Geraldo Piquet (DF) – Mercedes-Benz, 50 voltas em 1h00m45s857;

2) Wellington Cirino (PR) – Mercedes-Benz, a 0s932; 

3) Valmir Benavides (SP) – Volkswagen, a 3s774;

4) Felipe Giaffone (SP) – Volkswagen, a 3s860: 

5) Fabiano Brito (PR) – Volvo, a 34s805;

6) Vignaldo Fizio (SP) – Mercedes-Benz, a 41s626; 

7) Fred Marinelli (SP) – Iveco, a 1min01s085;

8) João Maistro (PR) – Volvo, a 1 volta; 

9) José Cargueiro (SP) – Mercedes-Benz, a 1 volta;

10) Pedro Muffato (PR) – Scania, a 1 volta; 

11) Zé Maria Reis (GO) – Scania, a 3 voltas;

12) Renato Martins (SP) – Volkswagen, a 4 voltas; 

13) Leandro Reis (GO) – Scania, a 9 voltas;

14) Djalma Fogaça (SP) – Ford, a 12 voltas; 

15) Adilson Cajuru (SP) – Iveco, a 14 voltas;

16) Roberval Andrade (SP) – Scania, a 23 voltas; 

17) Urubatan Helou Júnior (SP) – Ford, a 28 voltas;

18) Egon Allgaeuer (AUS) – Man, a 30 voltas; 

19) Beto Monteiro (PE) – Iveco, a 32 voltas;

20) Danilo Dirani (SP) – Volvo, a 33 voltas; 

21) Diumar Bueno (PR) – Volvo, a 33 voltas;

22) Leandro Totti (PR) – Ford, a 37 voltas;

23) Débora Rodrigues (SP) – Volkswagen, a 49 voltas. 

Melhor volta: Felipe Giaffone, 55s965.

 

Classificação/Pilotos:

1) Felipe Giaffone, 47 pontos;

2) Geraldo Piquet, 41; 

3) Valmir Benavides, 36;

4) Renato Martins e Wellington Cirino 26; 

6) Roberval Andrade, 21;

7) Vignaldo Fizio, 17; 

8) Djalma Fogaça, 13 pts;

9) José Cangueiro e Fabiano Brito, 12; 

11) Pedro Muffato e João Maistro, 10;

13) Beto Monteiro e Fred Marinelli, 8; 

15) Adilson Cajuru e José Maria Reis, 4;

17) Urubatan Helou, 3; 

18) Leandro Reis, 2.

 

Classificação/Equipes:

1) Volkswagen, 109 pontos;

2) Mercedes-Benz, 89;

3) Scania, 37;

4) Volvo, 22; 

5) Iveco, 20;

6) Ford, 16.

Fotos: o domingo em Sakhir

Publicado: 27/04/2009 em Fórmula 1, Fotos

GP do Bahrein – Corrida

Publicado: 27/04/2009 em Fórmula 1
Button já livra 12 pontos sobre Barrichello

Button já livra 12 pontos sobre Barrichello

Bastou uma ultrapassagem em Lewis Hamilton, na segunda volta, para Jenson Button começar a garantir sua terceira vitória no mundial de Fórmula 1 de 2009. Na corrida deste domingo (26), no circuito de Sakhir, no Bahrein, as Toyota pareciam dominantes nas primeiras voltas. Até que foram ao box e o britânico engoliu todo mundo com o ritmo de corrida superior de sua Brawn.

Na largada, Lewis Hamilton fez bom uso do KERS e saltou para segundo. Logo, Trulli, que despencara da pole para o terceiro posto, conseguiu ultrapassar o atual campeão. Na volta seguinte, foi a vez de Button fazer o mesmo.

Já Sebastian Vettel, sem KERS em seu Red Bull, caiu para quinto e ficou preso atrás de Hamilton até o piloto da McLaren fazer seu primeiro pit-stop. Mais atrás, Massa pulou bem, mas ficou “ensanduichado” entre Kimi Raikkonen e Rubens Barrichello na primeira curva. Como resultado, teve a asa dianteira de seu Ferrari danificada. Foi ao box, voltou lá atrás e por lá ficou.

Kimi: primeiros pontos da Ferrari em 2009

Kimi: primeiros pontos da Ferrari em 09

Na primeira rodada de pits, Timo Glock, que assumiu a liderança na largada, colocou pneus duros. Seu companheiro de Toyota, Jarno Trulli, fez o mesmo duas voltas depois. O rendimento de ambos os TF109 cairam drasticamente, uma vez que os adversários insistiam com os compostos macios, cerca de 1s mais veloz na pista barenita.

Uma vez na liderança, Jenson Button andou muito rápido, garantindo uma vantagem folgada para o restante do pelotão. Quando Hamilton e Vettel pararam, recuperou a liderança. Mas o alemão da Red Bull conseguiu voltar em segundo, à frente de Trulli e Hamilton. Glock, líder das primeiras 11 voltas, tombou para sétimo e por lá se manteve até o fim da corrida.

Daí em diante, a prova ficou morna, sem disputas entre os líderes. No meio do pelotão, no entanto, a jornada foi animada. Mark Webber, que partira de 18º, ultrapassou muita gente, mas não passou da 11ª colocação.

Barrichello: mais uma vez fora do pódio

Barrichello: mais uma vez fora do pódio

Já Rubens Barrichello, optou por uma estratégia de três paradas, o que impediu o brasileiro de lutar pelo segundo lugar da prova. Ainda perdeu tempo com Nelsinho Piquet, quando voltou atrás do compatriota após o primeiro pit e não conseguia ultrapassá-lo. Reclamou muito (sem razão, diga-se), se atrasou e terminou em quinto.

Um pouco mais atrás, a Ferrari vibrava. Kimi Raikkonen conduzia o F60 italiano para uma modesta sexta posição, dando os primeiros pontos da Scuderia no ano. O finlandês, um dos mais pesados da prova, chegou a andar em segundo antes de suas paradas. Fica claro que sua velocidade continua intacta. E sua motivação, idem.

Outro campeão do mundo com performance discreta foi Fernando Alonso. Oitavo colocado, 10s atrás de Timo Glock, o asturiano conquistou mais um ponto para a Renault, enquanto Nelsinho Piquet fez uma corrida boa e alcançou o Top 10. Após as entrevistas, Alonso sofreu um desmaio. A pressão arterial baixou e o piloto foi atendido pelo médico da Toyota. O bicampeão ficou sem água no cockpit e, com um calor de mais de 60º no interior do mesmo, acabou passando mal.

Na linha de frente, as posições não se alteraram. Button venceu, com Vettel e Trulli completando o pódio. Hamilton foi um isolado quarto e mostrou que a McLaren começa a reagir.

Toyotas lideram primeiras voltas: pneus duros foram os vilões

Toyotas lideraram primeiras voltas

Por outro lado, a BMW conseguiu a proeza de terminar o GP com seus dois carros nos últimos lugares, a uma volta do vencedor. Sofre o time bávaro, que nas duas últimas temporadas foi a terceira força da Fórmula 1.

O único piloto a não completar o percurso foi Kazuki Nakajima, da Williams. Seu companheiro, Nico Rosberg, fez o melhor possível com o FW31, que começa a perder espaço na parte da frente do grid.

A próxima etapa do mundial acontece em Barcelona, na Espanha, no dia 10 de maio.

Confira o resultado do GP do Bahrein e a classificação atualizada do campeonato:

1°. Jenson Button (ING/Brawn), 1min31s48s182 (57 voltas)
2°. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull), a 7s187
3°. Jarno Trulli (ITA/Toyota), a 9s170
4°. Lewis Hamilton (ING/McLaren), a 22s096
5°. Rubens Barrichello (BRA/Brawn), a 37s779
6°. Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari), a 42s057
7°. Timo Glock (ALE/Toyota), a 42s880
8°. Fernando Alonso (ESP/Renault), a 52s775
9°. Nico Rosberg (ALE/Williams), a 58s198
10°. Nelsinho Piquet (BRA/Renault), a 1min05s149
11°. Mark Webber (AUS/Red Bull), a 1min07s641
12°. Heikki Kovalainen (FIN/McLaren), a 1min17s824
13°. Sébastien Bourdais (FRA/Toro Rosso), a 1min18s805
14°. Felipe Massa (BRA/Ferrari), a 1 volta
15°. Giancarlo Fisichella (ITA/Force India), a 1 volta
16°. Adrian Sutil (ALE/Force India), a 1 volta
17°. Sébastien Buemi (SUI/Toro Rosso), a 1 volta
18°. Robert Kubica (POL/BMW), a 1 volta
19°. Nick Heidfeld (ALE/BMW), a 1 volta
20°. Kazuki Nakajima (JAP/Williams), a 8 voltas

Melhor volta: Jarno Trulli (Toyota) – 1:34.556s, no 10º giro.

Classificação/Pilotos:

Pos. Piloto Equipe Pontos
1. J. Button Brawn GP 31
2. R. Barrichello Brawn GP 19
3. S. Vettel Red Bull 18
4. J. Trulli Toyota 14.5
5 T. Glock Toyota 12
6. M. Webber Red Bull 9.5
7. L. Hamilton McLaren 9
8. F. Alonso Renault 5
9. N. Heidfeld BMW 4
10. H. Kovalainen McLaren 4
11. N. Rosberg Williams 3.5
12. K. Raikkonen  Ferrari  3
13. S. Buemi  Toro Rosso  3
14. S. Bourdais Toro Rosso 1

Classificação/Equipes:

Pos Equipe Pontos
1. Brawn GP   50
2. Red Bull   27.5
3. Toyota   26.5
4. McLaren   13
5. Renault   5
6. BMW-Sauber   4
7. Toro Rosso   4
8. Williams   3.5
9. Ferrari   3
10. Force India   0
Haga e Ducati lideram temporada

Haga e Ducati lideram temporada

O mundial de Superbike continua sendo dominado pelo japonês Noriyuki Haga e o norte-americano Ben Spies. Neste fim de semana, em Assen, na Holanda, cada um venceu uma prova da rodada dupla. Porém, Haga foi segundo na primeira bateria. Já Spies, abandonou na segunda e viu o rival ampliar a vantagem na liderança do certame.

Entre os construtores, a vantagem é da Ducati sobre a Yamaha.

A próxima etapa da competição acontece em Monza, na Itália, entre os dias 8 e 10 de maio.

Confira o resultado das duas provas e a classificação atualizada do mundial:

Corrida 1:

1. Ben SPIES (Yamaha YZF-R1), 22 voltas, 36m31s338
2. Noriyuki HAGA (Ducati 1098 F09), -0.154 s
3. Leon HASLAM (Honda CBR1000RR), -0.779 s
4. Tom SYKES (Yamaha YZF-R1), -8.775 secondss
5. Max BIAGGI (Aprilia RSV4 Factory), -11.275s
6. Jakub SMRZ (Ducati 1098R), -16.126s
7. Jonathan REA (Honda CBR1000RR), -19.555s
8. Regis LACONI (Ducati 1098R), -19.760s
9. Michel FABRIZIO (Ducati 1098 F09), -23.006s
10. Troy CORSER (BMW S1000 RR), -24.285s
11. Shane BYRNE (Ducati 1098R), -26.003s
12. Karl MUGGERIDGE (Suzuki GSX-R1000), -27.814s
13. Max NEUKIRCHNER (Suzuki GSX-R1000), -36.962s
14. Ruben XAUS (BMW S1000 RR), -39.025s
15. Ryuichi KIYONARI (Honda CBR1000RR), -41.505s
16. Brendan ROBERTS (Ducati 1098R), -41.810s
17. Makoto TAMADA (Kawasaki ZX-10R), -50.186s
18. Stuart EASTON (Kawasaki ZX-10R), -55.567s
19. David CHECA (Yamaha YZF-R1), -56.425s
20. David SALOM (Kawasaki ZX-10R), -65.169s
21. Roland RESCH (Suzuki GSX-R1000), -97.663s
22. Luca SCASSA (Kawasaki ZX-10R), -4 voltas
23. Shinya NAKANO (Aprilia RSV4 Factory), -9 voltas
24. Vittorio IANNUZZO (Honda CBR1000RR), -9 voltas
25. Matteo BAIOCCO (Kawasaki ZX-10R), -10 voltas
26. Carlos CHECA (Honda CBR1000RR), -18 voltas
27. Yukio KAGAYAMA (Suzuki GSX-R1000), -21 voltas
28. Tommy HILL (Honda CBR1000RR), -22 voltas

Corrida 2:

1. Noriyuki HAGA (Ducati 1098 F09), 22 voltas, 36m31s712
2. Leon HASLAM (Honda CBR1000RR), -2.678 s
3. Jakub SMRZ (Ducati 1098R), -4.603s
4. Michel FABRIZIO (Ducati 1098 F09), -8.981
5. Jonathan REA (Honda CBR1000RR), -12.104s
6. Tom SYKES (Yamaha YZF-R1), -14.575s
7. Carlos CHECA (Honda CBR1000RR), -17.449s
8. Shane BYRNE (Ducati 1098R), -17.729s
9. Max NEUKIRCHNER (Suzuki GSX-R1000), -18.167s
10. Troy CORSER (BMW S1000 RR), -25.056s
11. Ruben XAUS (BMW S1000 RR), -32.617s
12. Yukio KAGAYAMA (Suzuki GSX-R1000), -32.688s
13. Brendan ROBERTS (Ducati 1098R), -37.415s
14. Matteo BAIOCCO (Kawasaki ZX-10R), -55.088s
15. Luca SCASSA (Kawasaki ZX-10R), -55.325s
16. Regis LACONI (Ducati 1098R), -78.514s
17. Roland RESCH (Suzuki GSX-R1000), -90.780s
18. Tommy HILL (Honda CBR1000RR), -2 laps, voltas
19. Makoto TAMADA (Kawasaki ZX-10R), -12 voltas
20. Ryuichi KIYONARI (Honda CBR1000RR), -15 voltas
21. David CHECA (Yamaha YZF-R1), -17 voltas
22. David SALOM (Kawasaki ZX-10R), -17 voltas
23. Karl MUGGERIDGE (Suzuki GSX-R1000), -19 voltas
24. Stuart EASTON (Kawasaki ZX-10R), -19 voltas
25. Ben SPIES (Yamaha YZF-R1), -21 voltas
26. Vittorio IANNUZZO (Honda CBR1000RR), -21 voltas
27. Max BIAGGI (Aprilia RSV4 Factory), -21 voltas
28. Shinya NAKANO (Aprilia RSV4 Factory)

Classificação/Pilotos:

1) Noriyuki Haga, 180 pontos;

2) Ben Spies, 120;

3) Leon Haslam, 94;

4) Michel Fabrizio, 80;

5) Max Neukirchner, 75;

6) Tom Sykes, 70;

7) Max Biaggi, 65;

8) Règis Laconi, 64;

9) Jonathan Rea, 53;

10) Jakub Smrz, 44;

11) Carlos Checa, 40;

12) Yukio Kagayama, 39;

13) Shane Byrne, 39;

14) Troy Corser, 35;

15) Ryuichi Kiyonari, 33;

16) Shinya Nakano, 27;

17) Ruben Xaus, 24;

18) John Hopkins, 9;

19) Broc Parkes, 8;

20) Tommy Hill, 6;

21) Karl Muggeridge, 4;

22) Brendan Roberts, 3;

23) Roberto Rolfo, 3;

24) Matteo Baiocco, 2;

25) Makoto Tamada, 2;

26) Luca Scassa, 1.

 

Classificação/Equipes:

 

1) Ducati, 180 pontos;

2) Yamaha, 145;

3) Honda, 109;

4) Suzuki, 76;

5) Aprilia, 68;

6) BMW, 43;

7) Kawasaki, 10.

 

Morbidelli: o campeão

Morbidelli: o campeão

O italiano Gianni Morbidelli se sagrou campeão da segunda temporada da Speed Car, categoria que reúne ex-pilotos de Fórmula 1. Neste fim de semana, no Bahrein, foi realizada a última rodada dupla da temporada, com vitórias de Johnny Herbert e Vitantonio Liuzzi.

Morbidelli foi quinto em ambas as baterias, conquistando a taça com apenas dois pontos de vantagem sobre Herbert. Entre as equipes, a Up Team foi a vencedora, com 70 pontos.

No total, foram disputadas 10 corridas em cinco etapas. Liuzzi, que cravou a volta mais rápida nas duas corridas do fim de semana, ainda anotou o maior número de triunfos no geral, vencendo 3 vezes na temporada.

Confira o resultado das duas provas barenitas e a classificação final do certame:

Corrida 1:

Pos Piloto                  Time                       Tempo

 1. Johnny Herbert          JMB                   40m59.350s

 2. Heinz-Harald Frentzen   Continental Circus       10.339s

 3. Vitantonio Liuzzi       UP Team                  12.545s

 4. Christopher Zoechling   Continental Circus       20.396s

 5. Gianni Morbidelli       Palm Racing              23.398s

 6. Hasher Al-Maktoum       UP Team                  25.168s

 7. Damien Pasini           JMB                      26.539s

 8. Tomas Biagi             Palm Racing              34.563s

 9. Nicolas Navarro         Durango                  39.483s

10. Ramez Azzam             Scuderia Giudici         46.854s

11. Massimo Cioci           Durango                  61.776s

12. Marchy Lee              HPR                     +1 volta

 

Abandonos:

 

    David Terrien           West Tec                 12 voltas

    Gianni Giudici          Scuderia Giudici         11 voltas

    Chris Buncombe          West Tec                  9 voltas

    Jean Alesi              HPR                       4 voltas

 

Volta mais rápida: V. Liuzzi, 2m07.791 (2)

 

 Corrida 2:

Pos Piloto                    Time                      Tempo
1. Vitantonio Liuzzi         UP Team              41m02.174s
2. Tomas Biagi               Palm Racing              3.453s
3. Hasher Al-Maktoum         UP Team                  4.936s
4. Nicolas Navarro           Durango                 10.277s
5. Gianni Morbidelli         Palm Racing             12.117s
6. Johnny Herbert            JMB                     12.464s
7. Chris Buncombe            West Tec                19.899s
8. Christopher Zoechling     Continental Circus      22.644s
9. Marchy Lee                HPR                     29.194s
10. Jean Alesi                HPR                     35.642s
11. Massimo Cioci             Durango                 44.595s
12. Heinz-Harald Frentzen     Continental Circus      52.811s
 
Abandonos:
    Damien Pasini             JMB                     12 voltas
    David Terrien             West Tec                11 voltas
    Ramez Azzam               Scuderia Giudici         7 voltas
Gianni Giudici            Scuderia Giudici         7 voltas
 
Volta mais rápida: V.Liuzzi 2m07.487s (4)
 
 Classificação final/Pilotos:

 1) Gianni Morbidelli, 55 pontos;

 2) Johnny Herbert, 53;

 3) Vitantonio Liuzzi, 45;

 4) Heinz Harald Frentzen, 44;

 5) Jean Alesi, 38;

 6) Thomas Biagi, 29;

 7) Hasher Al Maktoum, 25;

 8) Christopher Zoechling, 19;

 9) Damien Pasini, 11;

10) David Terrien, 9;

11) Jacques Villeneuve, 7;

12) Marchy Lee, 6;

13) Nicolas Navarro, 5;

14) Chris Buncombe, 2;

15) Marco Melandri, 2;

16) Giovanni Lavaggi, 1.

 

Classificação final/Equipes:

 1) UP Team, 70 pontos;

 2) JMB Racing, 64;

 3) HPR, 44;

 4) Palm Racing, 30;

 5) Team Lavaggi, 30;

 6) Durango, 26;

 7) Continental Circus, 22;

 8) Phoenix Racing, 8;

 9) West Tec, 2;

10) Team Siram, 1.

Fotos: o domingo na Argentina

Publicado: 27/04/2009 em Fotos, WRC

Na Argentina, deu Loeb

Publicado: 27/04/2009 em WRC
Loeb é o melhor em qualquer situação

Loeb é o melhor até debaixo d'água

Nenhuma novidade no WRC. Sebastien Loeb segue sem adversários e caminha muito tranqüilamente para o hexacampeonato. Na etapa deste fim de semana, a quinta em 2009, o francês ainda contou com o abandono de seu principal rival, Mikko Hirvonen. O finlandês da Ford teve uma quebra de motor e não pontuou.

O outro piloto da montadora norte-americana, Jari-Matti Latvala, enfrentou mais um problema e despencou para sexto na classificação final. No domingo, seu carro apresentou uma falha elétrica. Esse cara parece ser azarado, mesmo.

Quem se deu bem com isso foi Henning Solberg, que alcançou o pódio na terceira posição. Além, é claro, de Dani Sordo, que não teve dificuldades para completar a dobradinha da Citröen, em segundo. Depois de liderar o primeiro dia de atividades, o espanhol percebeu que ainda falta muito para derrotar o parceiro mais famoso.

O local Frederico Villagra também festejou. A quarta colocação foi merecidíssima para o heptacampeão argentino de Rally.

A próxima etapa do campeonato acontece na Itália, entre os dias 22 e 24 de maio.

Confira o resultado final do Rally da Argentina e a classificação atualizada do certame:

1. Sebastien Loeb – Citroen, 3h57m40.3s
2. Dani Sordo – Citroen, a 1m13.1s
3. Henning Solberg – Ford, a 4m04.1s
4. Federico Villagra – Ford, a 5m59.7s
5. Matthew Wilson – Ford, a 6m10.9s
6. Jari-Matti Latvala – Ford, a 9m50.0s
7. Sebastien Ogier – Citroen, a 20m55.1s
8. Nasser Al-Attiyah Subaru , a 23m11.6s
9. Juan Marchetto Mitsubishi , a 23m34.3s
10. Marcos Ligato Mitsubishi , a 25m24.5s

Classificação/Pilotos:

Pos Piloto Carro Pontos
1 Sebastien Loeb Citroen 50
2 Dani Sordo Citroen 31
3 Mikko Hirvonen Ford 30
4 Henning Solberg Ford 20
5 Petter Solberg Citroen 14
= Matthew Wilson Ford 14
7 Jari-Matti Latvala Ford 9
= Federico Villagra Ford 9
9 Sebastien Ogier Citroen 5
10 Chris Atkinson Citroen 4
11 Conrad Rautenbach Citroen 3
= Khalid Al Qassimi Ford 3
13 Urmo Aava Ford 1
= Nasser Al-Attiyah Subaru 1

Classificação/Equipes:

1.  CITROEN TOTAL WORLD RALLY TEAM, 82 pontos;

2.  BP FORD ABU DHABI WORLD RALLY TEAM, 43;

3.  STOBART VK M-SPORT FORD RALLY TEAM, 37;

4.  CITROEN JUNIOR RALLY TEAM, 13;

5.  MUNCHI’S FORD WORLD RALLY TEAM, 12.

Fotos: o domingo na GP2

Publicado: 27/04/2009 em Fotos, GP2